Criança deficiente considerada pelos pais “maldição” é abandonada. Você não vai acreditar como ela está hoje!

No Cazaquistão, uma menina – Saule Sadykova – nasceu com defeitos congênitos e por causa disso foi abandonada por seus pais biológicos. Os pais acreditavam que criança era amaldiçoada porque tinha o lábio fendido (lábio leporino) e uma perna incapacitada.

Rejeitada, Saule foi parar em vários orfanatos e, neste caminho, conheceu Vicky Charbonneau, uma missionária norte-americana que mudou a sua vida.

Vicky CharbonneauVicky Charbonneau havia se mudado para o Cazaquistão cinco anos antes. Ela foi para o país comunista afim de abrir um lar para ajudar crianças e mães solteiras.

Quando Vicky soube da situação de Saule e a conheceu, se determinou que precisava levantar os fundos necessário para enviar Saule aos Estados Unidos afim que a menina pudesse passar por uma cirurgia.

E conseguiu! Saule foi aos Estados Unidos e a operação foi bem. Com o lábio reconstituído e uma nova perna protética, Saule afirma: “Eu estou andando. Estou pulando. Estou andando a cavalo. Estou brincando. Eu estou nadando.”

viktVicky se mudou para o Cazaquistão depois de uma viagem missionária com sua igreja. Ao ver a situação das crianças ali abandonadas, ela quis fazer algo.

“Cuidar de crianças, de crianças abandonadas, é o que eu faço. Toda vida é preciosa. Eu não sou boa em angariar fundos. Eu não sou boa em muitas coisas, mas eu sou boa em amar crianças”, declarou.

 

Veja o vídeo de como está Saule:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *