Templo Satânico faz rifa de aborto e cria “Ritual Religioso” para a prática

Uma entidade conhecida como The Satanic Temple (TST), que tem sede na cidade de Salem, Massachusetts, EUA, está promovendo a rifa de um aborto entre seus membros e admiradores para angariar fundos para uma campanha a ser lançada que busca impedir qualquer limitação a abortos feitos durante o primeiro trimestre de gestação.

Conforme reportado pelo site LifeNews.com, a campanha iniciada visa promover o “Ritual Religioso de Aborto”, que, segundo a entidade, pode ser comparado ao Batismo ou à Comunhão dos cristãos. O TST diz que o ritual do aborto segue seus princípios de “autonomia do corpo” e “adesão às melhores práticas científicas”.

No EUA, em vários estados, principalmente naqueles de maioria conservadora e cristã, há limitações e etapas a serem cumpridas pelas mulheres que buscam o aborto. Aconselhamento psicológico e médico, ultrasonografia obrigatória, períodos de espera, etc., são alguns dos procedimentos que podem ser exigidos. O TST alega que estas limitações e procedimentos ferem sua “liberdade religiosa” e para lutar juridicamente contra estas legislações a entidade está angariando fundos.

Veio daí a idéia de fazer a rifa de um aborto. No material de divulgação da campanha, o TST declara:

 

“Ganhe um aborto de graça. O Templo Satânico cobrirá todas as tuas despesas com o aborto até US$ 2500”

 

Junto com a cobertura de despesas, a ganhadora também receberá um “Kit de Aborto Religioso”, constituído de um espelhinho com merchandising do Templo Satânico e um folheto com a instrução para o ritual do aborto, além de um bracelete com os dizeres “Thyself is Thy Master” (“Você Mesmo é Seu Mestre”).

De acordo com um blog ateísta, o Templo Satânico descreve seu “ritual” para abortos desta maneira:

Antes de receber qualquer anestesia ou sedação, olhe-se no espelho para se lembrar de sua personalidade e sua responsabilidade para consigo mesma. Foque em sua intenção. Respire fundo e fique confortável. Quando estiver pronta, recite o 3º e o 5º Princípio em voz alta. Você pode agora seguir para a cirurgia. Após o término da cirurgia e o efeito da anestesia ter passado, olhe-se novamente no espelho e recite a sua afirmação pessoal. Sinta as dúvidas se dissiparem e a sua confiança crescendo, pois você acabou de tomar uma decisão que afirma sua autonomia e livre arbítrio. O aborto religioso está completo.

O Templo Satânico é um conhecido apoiador da Planned Parenthood, a maior rede de clínicas de abortos dos EUA. O site Breibart.com em 2016 reportou que o TST estava lançando contra-protestos em apoio à Planned Parenthood, que estava sendo alvo de inúmeros protestos da militância pró-vida devido a um escândalo de venda de partes dos corpos de bebês abortados. Aqui mesmo neste blog tivemos a oportunidade de mostrar como a Planned Parenthood fazia estas negociações (“Vídeo mostra o que é a indústria do aborto”).

A ligação entre satanismo e abortismo não é coisa nova. Em 2013 também aqui no blog (“‘Ave, Satanás!’: o clamor abortista”) relatamos o que ocorreu no estado norte-americano do Texas no qual a legislatura estadual deliberava sobre limites ao tempo gestacional para procura ao procedimento de aborto. A militância pró-vida se fez presente, assim como a militância abortista, que tinha apoio de vários satanistas que por diversas vezes entoavam o côro “Ave, Satanás” para tentar intimidar os pró-vidas.

O antigo satanista e agora cristão convertido Zachary King declarou que a participação em abortos é particularmente importante para os satanistas porque esta é considerada a melhor maneira de dar uma oferenda a Satanás. Ele explicou:

No Satanismo, matar algo ou a morte de algo é a forma mais eficiente de fazer seu feitiço atingir o objetivo. Para se tentar obter a aprovação de Satanás, para que ele te dê algo que você deseje, matar alguma coisa é a melhor maneira de conseguir isto. Matar alguma coisa é a oferta definitiva a Satanás, e se você pode matar um bebê não-nascido este é seu objetivo mais alto.

A militância pró-vida sempre alertou para o caráter de profunda perversão que existe no abortismo. O apoio cada vez mais explícito de satanistas ao abortismo mostra não apenas a confirmação do alerta pró-vida, mas também que as máscaras cada vez mais vão caindo e que o que antes fazia questão de se manter nas sombras agora cada vez mais vem mostrando sua verdadeira face.

Muitas mulheres e muito homens, principalmente os mais jovens, aceitam fazer parte da rede de apoio ao abortismo enganados por falsos dados e por falsos conceitos como o da “autonomia do próprio corpo”, sem se dar conta da baixeza, da perversão, da desumanidade quer permeia toda a indústria do aborto. E nada demonstra isto tão bem quanto o apoio dos satanistas a esta prática hedionda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *